Abre a tua mente, vem pedalar com a gente!

FUNDÃO - PAMPILHOSA DA SERRA - 1ª Etapa

Os primeiros kms são feitos em andamento controlado, seguindo os concorrentes atrás das forças da autoridade (em viatura) e de 4 elementos da organização (em bicicleta), sendo expressamente proibido ultrapassar estes elementos.

A primeira freguesia a ser visitada é o Telhado, onde se inicia também a primeira subida do nosso evento – a Argemela.. Chegados ao alto começam as primeiras paisagens deslumbrantes que são imagem de marca do nosso evento. De um lado a imponente Serra da Estrela e do outro a belíssima Serra da Gardunha. Um estradão em pedra branca, a fazer lembrar a neve, leva-nos até aos locais da pedreira e das antigas minas, onde aparecem os primeiros single-tracks.

Segue-se uma descida rápida até à entrada na freguesia de Silvares. Será o primeiro contacto com o Rio Zêzere que nos acompanhará durante muitos kms. Pouco depois chegamos a um dos locais mais fantásticos do GeoTour. É a entrada na zona do Cabeço do Pião, onde as escombreiras criadas pelo Homem resultantes da extração do minério nos transportam para um lugar quase inimaginável. Primeiro no alto, depois a descida em single-track com aqueles ganchos desafiantes da técnica de qualquer praticante, chegamos às margens do Zêzere. As palavras são sempre poucas para descrever a beleza destes trilhos que percorremos até à primeira Aldeia do Xisto a visitar neste ano – Barroca do Zêzere.

Sempre junto ao Rio, segue-se para Dornelas do Zêzere, Alqueidão e Janeiro de Cima (outra Aldeia do Xisto), pelos trilhos que integram talvez a parte mais bonita da Grande Rota do Zêzere. Deixamos o Rio Zêzere e começamos a mais longa subida deste dia. Sempre com paisagens deslumbrantes passamos por Brejo de Baixo e chegamos ao Casal da Lapa. Muda o cenário mas a beleza continua. Agora é a barragem de Santa Luzia que se depara aos nossos olhos. Rapidamente chegamos ao Armadouro. Acabaram as dificuldades da etapa mas ainda temos mais uns quilómetros a fazer até Sancha Moura onde acaba a etapa cronometrada.

Agora em andamento livre descemos em direção ao Rio Unhais, e fazemos o single-track da Levada. São 5 kms num estreito trilho escavado nas escarpas do rio e que em alguns pontos exigem o máximo cuidado e atenção de todos. O single-track deixará os concorrentes na zona de meta da vila da Pampilhosa da Serra situada na magnífica praia fluvial e onde está instalado o Paddock com reforço alimentar, massagem, banhos, lavagem das bicicletas e parque fechado para as mesmas

Pampilhosa da Serra - Fundão - 2ª Etapa

O segundo dia começa com um pequeno mas bonito trilho ao longo do Rio Unhais, seguindo-se uma subida curta mas exigente, em estrada de alcatrão. Após a passagem pro Praçais e Ribeiros, inicia-se ai a mais dura subida do GeoTour Aldeias do Xisto 2019, primeiramente em alcatrão até perto da localidade do Cabril e depois ao longo da serra. A vegetação é baixa pelo que as vistas são ímpares. A meio dessa subida encontramos 150 metros de forte pendente, mas perfeitamente clicáveis para aqueles que não perderam as forças. Um esforço que é compensado pelas vistas e qualidade dos trilhos lá no topo.

Segue-se a descida para o Vidual, uma aldeia maioritariamente construída à base do xisto, com ruas estreitas e de divertida condução.

Chegamos à beira da barragem de Santa Lúzia e por entre single-tracks e caminhos de piso rápido deparamo-nos com os únicos quilómetros do GeoTour Aldeias do Xisto 2019 verdadeiramente rolantes.

Na Malhada do Rei deixamos para trás a barragem de Santa Luzia e após uma subida com pendentes baixas e bom piso descemos em single-track para as Meãs, pequena localidade cravada no sopé da Serra do Açor e banhada pelas águas límpidas do Rio Unhais. Mais uma subida e descida em mais um single-track para a localidade de S. Jorge da Beira. Situada numa das encostas da Pico da Cebola, a localidade será descida por entra as suas ruas de forte inclinação, onde o cuidado deve estar sempre presente.

Outro single-track na saída de S. Jorge da Beira e estradão até à ribeira do Porcim, onde inicia-mos uma subida numa pequena estrada de alcatrão até ao alto do monte. Será depois uma zona de constante sobe e desce ligeiro e descida para voltarmos a encontrar o Rio Zêzere.

Mais um single-track que faz parte da GRZ e passagem por Ourondo, Relva, Barco, Coutada, Peso e Pesinho.

O Rio Zêzere ficará então definitivamente para trás, esperando pela edição 2020 do GeoTour Aldeias do Xisto. São os últimos trilhos, com algumas pequenas subidas e umas partes rolantes que nos levam rapidamente para o Fundão, onde a etapa terminará na Praça Amália Rodrigues

Close Menu
×

Cart